hotel-de-caxambu-mg-009 momentos-historicos-caxambu-mg-058 momentos-historicos-caxambu-mg-030
Nos arredores de Caxambu

Redondezas

Baependi MG

Conheça Baependi MG, a cidade fica bem próximo à cidade Hidrotermal e são apenas 4km. Baependi surgiu quando alguns desbravadores, chegaram à região por volta de 1692 em busca de ouro onde alcançaram um sítio que chamaram de Maependi, do tupi-guarani: Mbaé-pindi cujo significado é “clareira na mata”, “picada que da passagem”, “atalho” e esta foi a primeira referência para o nome da cidade. Foi no ano de 1752 que o pequeno povoado se tornou freguesia, até que em 1814 se tornou Vila em 1855 foi separada da Comarca do Rio das Mortes, passando a ser sede da Comarca e, finalmente, no dia 2 de maio de 1856 foi elevada à categoria de cidade.

Baependi é uma das poucas cidades da região que podem ser visitadas durante qualquer época do ano, são mais mais de cinqüenta cachoeiras que cercam a cidade e o inverno pouco chuvoso propicia inúmeras opções para enfrentar trilhas e acampar em paradisíacos lugares.

A religiosidade na cidade Baependi ocupa lugar de destaque como um dos fatores que mais atraem os turismas, uma vez que Baependi foi cenário onde a serva de Deus, Nhá Chica, concedeu suas graças, hoje em dia inúmeras romarias de diversas partes do país têm como destino o Santuário de Nhá Chica, onde também se encontram seus restos mortais.

[Gallery not found]

Nas redondezas

Nos municípios vizinhos, encontram-se também muitas opções de passeios e prática de esportes junto à natureza. As montanhas e cachoeiras da região são o palco perfeito para os diversos esportes na natureza, sejam eles radicais ou não: montanhismo, trekking, escalada, rapel, cannyoning, cascading, mountain-bike, off-road, cavalgadas, etc.

Para conhecer as redondezas, visite Baependi, a apenas oito quilômetros da sede, onde você pode praticar esportes radicais e turismo ecológico. O clima é ótimo e a cidade tem cachoeiras e piscinas naturais além de uma noite bem agitada nos finais de semana quando o arrasta-pé toma conta da pracinha. Duplas de violeiros se apresentam, a animação contagia e ninguém fica parado. O artesanato em bambu, palha e embira também chama a atenção dos turistas.

Se você gosta de praticar esportes de aventura e de curtir a natureza tome o rumo de Itamonte, uma das portas de entrada do Parque Nacional de Itatiaia que está a 35 Km. No cenário estão cadeias de montanhas a perder de vista, cachoeiras e formações rochosas pontiagudas e altíssimas, incluindo o famoso pico das Agulhas Negras, um dos mais altos do país, com 2.787 metros de altura. As trilhas são difíceis e incluem escaladas em alguns trechos. Os muitos rios que cortam Itamonte e arredores formam centenas de quedas d’água e possibilitam a prática do acquaride, um esporte radical que consiste em descidas rápidas pelas corredeiras em botes individuais.